quinta-feira, 11 de março de 2010

O Louco


Eu vi um louco
Em total desvario
Tentando ocultar
O belo ainda visto
Em seu Olhar...
*
Rasgando os versos
Impedindo outros de lutar
Assassinando de forma fria
A pureza da Poesia...
*
Como se fizesse todo sentido
Em sua agonia
Ter força, o bastante
Para fazer desaparecer
a beleza do que via...
*
Cortando os sentidos,
Vedando os olhos
Do amor e da saudade
Acabando com a Fantasia...
*
Buscando se entregar
A uma existência vazia,
Sem dor, amor ou Melancolia...
*
Apenas sendo um pequeno ser,
Sem vida, sem alma,
Sem a poesia...
*
Mas,...era apenas um louco,
Na mente,... Desaparecia.
*
Betânia Uchôa

2 comentários:

reltih disse...

bohemia, mucha bohemia. me gusta.
besos

ceilatradu disse...

bom dia fofa... muito linda sua poesia,,, uma mentalisaçao, real .. vc conceguiu,, passar ,, uma loucura do imaginario... ki a gente percebe em determidas pessoas na real.. bjs no seu coraçao muito linda .... isso e grandioso pra kem le.....nao sou poeta ... estou aprendendo a ler as poesia por sinal estou gostando muito... DEUS ABENÇOE OS POETAS....