domingo, 15 de novembro de 2009

O SILÊNCIO



É tão profundo o silêncio,
que atravessa o abismo entre as mentes,
Se perde no tempo e na escuridão, e
No vácuo que se abre, fogem a música,
o som da palavra que hora foi dita,
que em sua pressa,
escorregam, se rompendo no vazio.

Betânia Uchôa
Ilustração de Alex Uchôa

4 comentários:

Meu tudo e/ou nada disse...

ele traduz e grita.. amo o silêncio...
estou aqui divulgando o meu blog.. sou nova nisso, e estou descaradamente expondo o que escrevo... da uma olhadinha, por favor.
abraços e poesias

Roberto Uchoa disse...

Não obstante a foto de inigualáveis nuances, o texto expressa toda essa áurea que o silêncio nos causa...

M@ria disse...

lindissimo este teu silencio.
Como sempre seus textos maravilhosos........Beijosssss

Fetiche D´Amour disse...

Lindo, sensível.
Consegues criar um universo de palavras, onde podemos nos envolver e interagir com seus sentimentos, que poderiam até ser fatiados, pois cristalizaram no espaço.