terça-feira, 8 de junho de 2010

Lua dos Amantes

Lua dos Amantes


Ó lua que na noite chega com encanto!
Clareia a chegada do meu amor ao abrigo
Conforta meu coração entregue ao pranto
Cuida dele até a hora em que esteja comigo!
*
Lua que pelo céu segue vigilante!
Leva essa amargura, e deixa meu ser brilhante!
Dá-me o conforto e a compaixão
Acalma esse bater ligeiro do meu coração!
*
Segue cheia, nova e minguante
A brilhar nesta noite calma e estrelada!
A prece vai do meu coração contente...
Pela simples visão sua, lua amada!
*
Que guarda aquele que é o meu desejo
Que sonho em roubar-lhe um simples beijo
Ela viu a lágrima que rolou de cima e assim,
Lua, veja meu semblante e o guarde por mim!
*
Betânia Uchôa

2 comentários:

Carlos Rímolo disse...

Querida amiga e poetisa Betânia!!
Muito linda a poesia "Lua dos Amantes". Adorei. Meus parabéns!
Beijos de luz em seu coração!

POETA CIGANO - 12/06/2010

www.carlosrimolo.blogspot.com

Amor feito Poesia disse...

O amor é tão mais fatal do que eu havia pensado, o amor é tão mais inerente quanto a própria carência, e nós somos garantidos por uma necessidade que se renovará continuamente. O amor já está, está sempre. Falta apenas o golpe da graça - que se chama paixão.

Clarice Lispector

Feliz Domingo....Beijos & Flores...M@ria