domingo, 15 de março de 2009

Sentimentos




Meus sentimentos de amor, meus momentos
Diante de tudo que vem absorver minha vida,
Dos fatos que o sossego me tira,
É o amor que mais me tira o alento.

As minhas noites sem amar e sem ser amada,
De tentar e tentar algo que não se alcança,
E no peito a dor me chega desesperada
Parece uma ferida, um corte feito por lança.

Mulher, de amores tão impossíveis
E que numa busca incansável se aventura
Para esse amor viver de forma indelével,

Sem mágoas, sem dor, sem desventuras,
Como um oásis de puro amor, incrível!
Que colho num beijo sem censura.

Betânia Uchôa

Um comentário:

SMM disse...

Gostei muito do teu blog ! Se puder me visite, http://sindromemm.blogspot.com