sexta-feira, 20 de março de 2009

Procura pelo amor


Como sino a tocar nas vastas folhagens,
procuro o cantor de forma cuidadosa;
De longe se houve uma voz melodiosa
Uma cantiga de amor, uma linda viagem;

Cantando um breve amor, uma passagem
viveu, aconteceu, e se foi de forma dolorosa;
Deixando uma lembrança de forma saudosa,
Onde se guarda no peito toda a imagem;

ninguém que canta por entre as flores,
Merece essa dor de amor e desejo,
Ei-lo por entre as folhagens, amor em cores;

Desejando encontrar o amor e seu beijo;
Agradecendo aos céus com seus louvores;
Quando ele a vê, assim como eu o vejo.

Betânia Uchôa

Um comentário:

POETICAMENTE FALANDO... disse...

Betânia,

Essa é a eterna procura, pelo amor...encontramos, perdemos, reencontramos ou jamais...

Lindo seu Blog e tudo o que nele escreves...te admiro muito!

Beijos,

Reggina Moon