quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Ser negro






Ser negro é ter uma história triste
Retratada pela dor e de forma amarga
Ser negro é ter uma pele castigada
Dia a dia de vida e morte, mas persiste .

Ser negro é lutar para se ter consciência
Uma consciência, de poder ser um igual
Ser negro é caminhar contra a ignorância
De uma visão geral e menos racial

Ser negro é ser alegria e imensa vontade
De ser homem, velho, ou apenas criança
Ser negro é apenas sorrir, ter vaidade
Ter alegria, um futuro, uma esperança

Ser negro é viver um amor, um conceito
De ser igual, independente de sua cor
Entre os filhos nascidos do preconceito.

Ser negro é ser brasileiro, ou africano
Integrante de qualquer nação, sem dor
É ser simplesmente um ser humano.
Betânia Uchôa

Um comentário:

Claudio Cursini-MCS disse...

Betânia, os seus textos e poesias só ficam ruins qdo demoram pra vir.
Assim ficam ruins mesmo. Coloque em maior quantidade, pois eles fazem falta mesmo e, fazendo falta, torna-se ruim para os leitores.
Bjs