terça-feira, 21 de julho de 2009

Conflitos


Meu sonho de amor
deixou meu corpo se perder
em movimentos,
e até minha angustia
na procura pelo som
do meu próprio pensamento.

Esse sentir, essa vontade...
foi a lâmina a cortar...o meu lamento.
e durmo e acordo,
É o mesmo sofrimento.

Meu clamor, minha dor
se tingem de sofrer...
e o eco do meu grito
se perde com o vento...
minha noite é um tormento.

E essa distancia só faz
a certeza que tenho...
que com essa distância
é que morremos...

Betânia Uchôa

2 comentários:

Retalhos de Amor disse...

A distância...
No anseio da alma amante
Adaga da saudade!!!

Belíssimo e sentido Poema, Linda
Betânia!!!

Beijos, minha Amiga...
No coração!!!
Iza

<^~>^^<~^> disse...

Sim, querida!...

Tu és da minha vida Alegria!
Do meu coração és o sentimento raro,
Da minha alma, és o conforto!

Parabéns Amada, por tão lindas Obras!

Curvo-me a ti.

Dolandmay.